Motores Turbo: alternativa para cumprir meta CAFE

Publicado: dezembro 2, 2010 em Alfa Romeo, Chrysler, FIAT, GM, Novidades, Tecnologia

FPT 1.4 Fire Multiair

A oferta de motores turbo estão aumentando rapidamente. Esses motores são uma alternativa simples e rápida para cumprir as metas da CAFE – Corporate Average Fuel Economy.

Em 1975, o Congresso Americano aprovava a criação do CAFE – Corporate Average Fuel Economy, uma medida que tinha como objetivo a melhoria dos índices de consumo de carros de passeio e utilitários (picapes, vans, e SUVs) vendidos nos Estados Unidos após a crise do petróleo que começou com o embargo ao petróleo árabe em 1973. O CAFE vem estabelecendo metas de consumo para os modelos vendidos nos Estados Unidos, e até 2016 a meta deve subir para 35,5 mpg (15 km/l). Atualmente a média é de 27 mpg para carros de passeio, e 23,5 mpg para picapes. Para alcançar a meta de 2016, os fabricantes estão optando por motores de baixa cilindrada adicionados a turbo-compressores, uma combinação para reduzir o consumo de combustível, e de baixo custo de produção.

Um estudo realizado pelo J.D. Power and Associates indica que em 2015, 25% dos veículos leves terão motores turbo de baixa cilindrada. Mike Omotoso, Gerente Sênior Global de Motores da J.D. Power afirma que a grande maiorias dos fabricantes vai usar esses motores. Ele diz também que essa tecnologia já estava sendo usada há bastante tempo, e é relativamente barata se comparada com motores híbridos e veículos elétricos. A Ford diz que em poucos anos, 90% da sua linha de produtos nos Estados Unidos vai ser oferecida com motores turbo Ecoboost. Outros fabricantes também estão caminhando nessa direção, e o J.D. Powers acredita que General Motors, Fiat-Chrysler, Volkswagen, e BMW também devem oferecer esses motores em grande escala. Os motores turbo funcionam através da entrada forçada de ar para dentro do motor através de uma turbina acionada pelos gases do escapamento, melhorando assim a eficiência dos motores em até 20%. Os motores turbo aproveitam parte da energia que é desperdiçada no escapamento.

No passado os motores turbo ganharam uma reputação não muito boa. Os motores tinham resposta lenta em baixa rotação, turbo lag, a dirigibilidade não era muito boa também, mas o pior mesmo foi a fama de que motores turbo não tinham durabilidade. Nos motores turbo antigos, o calor dos gases de escapamento atingiam temperaturas de 1800 graus, cozinhando e fritando rolamentos dentro das turbinas e outros componentes internos. Avanço no desenho e fabricação dos materiais diminuíram bastante os problemas do passado. Os turbos modernos possuem componentes feitos de materiais resistente a temperatura como cerâmicas e ligas de níquel. O controle de qualidade também melhorou, e a tolerância no eixo da turbina chega a 6 micrômetros. Por comparação, o cabelo humano possui uma espessura de 60 micrômetros, de acordo com a informação de Harmut Claus, diretor de vendas e engenharia de aplicação da Continental AG, fornecedor de turbos. Claus também diz que para garantir o perfeito funcionamento e vibração em velocidade, as peças são balanceadas individualmente antes da montagem.

Entre os veículos a venda que já usam motores turbo com baixa cilindrada está o novo Chevrolet Cruze. A Ford também estão usando a mesma tecnologia nas picapes F-150 substituindo os motores V8 aspirados por motores V6 twin-turbo. Motores Diesel limpos (clean diesel engine) também utilizam a mesma tecnologia. Entre os fornecedores de turbo, podemos citar a BorgWarner, Continental, Honeywll, Mitsubishi Heavy Industries, entre outros. No Brasil a Fiat foi a primeira ao apresentar o Punto T-Jet, que deve contar em breve com a tecnologia MultiAir.

Chevy Volt (esq) e Cruze (dir)

Motor 1.4 Turbo do Cruze

Work Cited:

“Turbo surge as low-cost route to CAFE compliance”. David Sedgwick e Rex Roy. Automotive News. November 1st. On line.  http://www.autonews.com/apps/pbcs.dll/article?AID=/20101101/OEM01/311019984/1436#ixzz16pKTapde

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s