Toyota: Sem Problemas no Acelerador

Publicado: fevereiro 9, 2011 em Toyota
Tags:, , , ,

Nenhum problema foi encontrado com o acelerador eletrônico da Toyota. O Departamento de Transporte dos Estados Unidos informou nessa terça-feira, 8 de Fevereiro 2011, que o sistema elétrico e interferência eletromagnética não foram responsáveis pelo problema de aceleração involuntária envolvendo os veículos da Toyota. Para a Toyota, o resultado foi uma grande vitória, especialmente nesse momento em que a marca busca a recuperação da crise de recalls. O estudo para saber se o acelerador eletrônico poderia ter causado os acidentes teve início 10 meses atrás pelo NHTSA – National Highway Traffic Safety Administration, e com a ajuda dos engenheiros da NASA, o estudo procurou determinar se os problemas de aceleração involuntária em veículos Toyota e Lexus foram causados por outros motivos além de pedais que travavam ou ficavam presos nos tapetes. A NASA examinou nove veículos que tiveram problemas nos freios, sendo submetidos a testes de interferência magnética. Os engenheiros também  verificaram os códigos do software do acelerador para detectar qualquer problema que pudesse interferir com o controle do acelerador. Em agosto passado, o Governo Americano já tinha afirmado que não tinha encontrado nenhum problema com o acelerador eletrônico da Toyota durante os primeiros 6 meses do estudo. A Toyota vem usando aceleradores eletrônicos em seus veículos desde 2002, e disse que fez seus próprios testes, descartando qualquer problema de interferência eletrônica. Os únicos problemas encontrados de aceleração involuntária pela NHTSA e pela NASA foram causados pelos problemas com os tapetes e o acelerador que prendia. A NHTSA pretende lançar um estudo de longa duração a respeito do desenho e localização do pedal do acelerador em veículos com objetivo de reduzir acidentes que possam ser causados por aceleração involuntária. A Toyota realizou recall em mais de 18 milhões de veículos em todo o mundo desde 2009, incluindo 5 milhões de veículos com problemas nos tapetes, e mais de 4 milhões com problemas no pedal do acelerador. O fabricante Japonês gastou mais de US$48,8 milhões com multas e ainda enfrenta várias ações judiciais. Apesar de inocentada pelo problema de interferência eletromagnética no acelerador eletrônico, a Toyota ainda terá problemas na justiça devido a todos os recalls. Estima-se que a Toyota poderá gastar até US$10 bilhões com indenizações, multas, e outras despesas. A maior multa paga por um fabricante de automóveis era da General Motor que pagou US$1 milhão de multa por causa de limpadores de para-brisas defeituosos em veículos fabricados entre 2002 e 2003.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s