Volta Rápida: Nissan 370Z Nismo

Publicado: novembro 13, 2012 em Volta Rápida

Impressões rápidas acelerando um Nissan 370Z Nismo 2010. Leia mais….

Um Nissan 370Z já é rápido, e o suficiente para garantir uma boa dose de diversão ao volante, mas com o Nismo a diversão fica ainda melhor.

Por fora chama atenção a cor preta, com o spoiler dianteito e aerofólio traseiro maiores que o 370Z normal, juntamente com as rodas de bom gosto. Já o interior não dá para dizer o mesmo, já que é bastante simples. Nada de bancos de couro, tela de navegação GPS, ou bluetooth para o celular. O sistema de som é bastante simples, mas o desenho é agradável e bem acabado. O painel é simples com o contagiros bem a frente, mas o marcador de combustível e temperatura com pontinhos que se iluminam são feios e ineficientes.

Mas quem se importa? O Nismo é um carro para ser ‘pilotado’ e não oferece ‘mimos’ tecnológicos. O que interessa mesmo é como esse carro anda, e como anda. Pois bem, hora de dar a partida. Apesar da pouca milhagem (9 mil milhas), a embreagem me pareceu um pouco pesada, e mesmo o ótimo cambio de 6 marchas pareceu um pouco mais pesado que o 370Z normal ou Infiniti G37 Sport, mas isso são pequenos detalhes.

O motor V6 de 3,7 litros tem 350hp a 7400 rpm, ou 20hp a mais que o mesmo motor usado no Infiniti G37 Coupe, e soa como música nas acelerações, tanto nos Infinitis como nos Nissans. Por falar em aceleração, é hora de acelerar para valer. Depois de algumas voltas para se acostumar com o carro, é hora de esperar pista livre e luz verde. Pois bem, luz verde, e começo a acelerar aos poucos sem a necessidade de sair com giro alto e largar a embreagem de forma abrupta. Com o pé fora da embreagem, a rotação cresce rápido, 1000 rpm, 1500…2000, daí afundo o acelerador. As rodas traseiras ameaçam a patinar, mas o controle de tração é bastante suave e progressivo. Aos 7000 rpm uma luz ascende no contagiros dizendo que é hora de passar marcha. O conta giros também tem um mostrador digital que informa qual marcha que está engatada. Pois bem, primeira marcha, segunda, e terceira, e em poucos segundos quase 100 mph (160 Km/h). O Nismo acelera bem, e é ótimo sentir aquela sensação do corpo contra o encosto do banco.

Hora de parar  e sem dúvida o Nismo tem ótimos freios, mas o detalhe fica por conta das reduções de marcha. Mesmo com a transmissão manual o carro dá aquela pequena aceleradinha nas reduções para as marchas inferiores para evitar trancos (nem todo mundo sabe fazer redução de marcha pisando no acelerador).  A suspensão me pareceu um pouco mais dura que o 370Z normal e mais dura que o Infiniti G37 Coupe, mas sem deixar de ser desconfortável e dando uma impressão que esse carro deve ir muito bem em um autódromo.

Como disse anteriormente, é um carro sem luxo ou telas coloridas ou coisa parecida, mas é um carro para quem gosta de pilotar. Com um carro desse, quem precisa de GPS navegação, bluetooth, e luzinhas coloridas?

 

 

 

Anúncios
comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s